Lembrará de mim pelo eterno!
Alguns são capazes se perguntar por vezes o quão será sua longevidade. A vida ─ uma dádiva divina ─ concedida aos homens em busca da continuidade, ao meu ver. De acordo com alguns pensadores, baseados em suas mentes evoluídas, este presente não passa de uma propriedade que caracteriza os organismos cuja existência evolui do nascimento até a morte. Somos então uma demonstração de que nada eterno? Nossa existência tem fim. A carne é consumida, o carbono é degradado e ao fim da noite, não há mais seu ser. É atormentador imaginar o quão insignificante parece ser. A história irá te esquecer. Nós perdemos entes amados a cada segundo que se passa. E não importa o quanto os amamos, ao longo daquilo que define como "vida", os esquecerá. "A história irá te esquecer", ouso repetir em alto e bom som.

— [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Melinoe em Qui Dez 03, 2015 5:11 pm

Valentine's Day;
A postagem é iniciada por Melinoe e Eros. Estando então, FECHADA OU ABERTA para os demais. Passando-se esta em 14/02, em Paris, Torre Eiffel. O conteúdo é LIVRE. A postagem está EM ANDAMENTO.

Mr. Houdini

_________________




And Now I Know My Heart Is A Ghost Town

Deuses
avatar

Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Melinoe em Qui Dez 03, 2015 6:30 pm


THE GHOST QUEEN?

Dia dos namorados. O feriado que Melinoe mais odiava. Mas em compensação, anualmente desde que Nyx assumiu o Olimpo, o deus do amor a fazia sair com ele. A cada ano, era um local diferente, que variava as escolhas. Um ano um escolhia, no outro ano, outro escolhia. Aquele ano, era escolha da deusa dos fantasmas, escolheu Paris. Ela até gostava de Paris, pelos fantasmas de guerreiros mortos ali, mas o ar romântico que Paris exalava a deixava constantemente pensativa. Assim que chegou a Paris, alisou o vestido preto que usava e o observou melhor. Era algo simples, mas que realçava sua beleza. Arrumou a longa cabeleira castanha e soltou um suspiro no hotel em que se hospedou. Assim que deu oito da noite, pelo o horário francês, pegou a pequena clutch que tinha deixado sobre a cama, e saiu do Ritz.

A deusa andava a passos calmos por Paris, para não chamar a atenção, porém a aura divina que emanava, chamava a atenção de monstros e semideuses que ela apenas ignorava. Naquele momento, não faria nada. Sua mente estava com um foco apenas:  o compromisso anual. Sua mente não era focada geralmente, mas era apenas naquele dia. Andou um pouco apressada, pois sabia. Estava atrasada. A deusa apenas continuou o rumo para a torre Eiffel.

Assim que chegou a Torre Eiffel, subiu até o final da torre, pelo o Elevador, e ficou ali observando a paisagem francesa, enquanto se debruçava pela a grade que impedia quedas ali. Paris vista do alto era muito mais belo do que a visão do Olimpo, isso a deusa tinha de admitir. Paris tinha certo charme, apenas abriu o sorriso mais irônico que conseguiu e pendeu a cabeça para o lado. — Que esse dia dos namorados seja melhor que o ano passado, ou eu juro que você vai ser castrado, Eros. — A deusa disse em voz baixa, enquanto esperava o acompanhante.

Vestido


_________________




And Now I Know My Heart Is A Ghost Town

Deuses
avatar

Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Eros em Sex Dez 04, 2015 4:44 pm




God
of
Lovers


Loving can hurt, loving can hurt sometimes... – A música tocava enquanto o táxi dirigia. Bocejei e olhei pela janela. – Vai demorar muito? – Perguntei e ergui uma das minhas sobrancelhas. Os mortais são entediantes, eles demoram e... ARGH! Isso me irrita pra caramba. As vantagens de ser um deus? Tudo é mais rápido e você pode fazer quase tudo. Querido leitor, você deve estar se perguntando uma coisa: por que estava dentro de um veículo? Ah, porque estava tentando me encaixar. Pelo menos, tentar ser humano. Uma vez por ano não mata, certo? Mentira. É chato! Não consigo me imaginar sendo um ser vivo comum. Gosto dos meus poderes, gosto dos meus talentos, gosto da sensação de ser poderoso. – Senhor, creio que deveria ter paciência. – O motorista falou de forma grosseira, algo que me fez bufar. – Veremos... – Cruzei os meus braços, preparando alguma vingança mental. O tempo foi passando, e então, virei a minha cabeça e olhei pela janela. A alguns metros de distância, estava a enorme torre. Não sabia o motivo pelo qual Melinoe havia escolhido aquele local, mas pensei numa coisa: era um ambiente romântico.

Todos os anos, ambos se encontravam num lugar. A cada ano, um escolhia o ambiente, e bom, nesse ano, era a vez da bela Melinoe. Desde a queda dos Grandes Deuses, tudo havia mudado. Psiquê não imaginava o encontro entre eu e a bela deusa dos fantasmas, mas não se importava. Nunca tive uma relação fixa com as pessoas. Pego quem eu quiser e quando eu quiser. Raramente fico com a mesma pessoa, bom... Meli é uma exceção. Desde o início do Novo Tempo, havia se tornado a minha “nova paixão”. – Chegamos, moço. – A voz do motorista me fez virar o rosto. – Ok. Aqui o dinheiro. – Levei a minha mão para perto dele, e então, toquei na sua. Encarei os seus olhos e eis que o homem velho ficou paralisado. A situação durou alguns segundos, e assim, sorri e saí do veículo. – Obrigado. – Falei calmamente e afastei-me do veículo. O dono do táxi saía do carro e começava a beijar os pneus e a lataria velha. – EU TE AMO! EU TE AMO! – O indivíduo berrava e começou a lamber seu automóvel. Um sorriso travesso surgiu em meus lábios, e assim, caminhei na direção da Torre Eiffel.

Meus passos eram calmos e tranquilos, mas assim que estava me preparando para subir o enorme monumento, acelerei-os. Respirei fundo quando parei no local exato, e então, meus olhos brilharam ao ver a mulher de vestido preto. Aproximei-me de forma silenciosa, e então, levei minhas mãos até a sua cintura e depositei um beijo em sua nuca. – Você está linda, Melinoe. – Sussurrei em seu ouvido direito. – Mais linda do que já é. – Dei uma risadinha, e então, afastei-me calmamente, ficando ao seu lado. Apoiei os meus braços na grade e então, encarei a morena. – Paris é um belo lugar. Boa escolha. – Disse tranquilamente e abaixei a cabeça, tendo a chance de ver os mortais lá embaixo. – Utilizou alguma coisa para afastá-los da Torre? – Perguntei. – Estamos aqui... Sozinhos. – Dei de ombros. – E estou adorando. – Aproximei-me de sua face e dei um selinho em seus belos lábios.

– Trouxe um presente para você. – Falei calmamente e então, afastei-me da grade. Olhei ao redor, tendo certeza de que nenhum mortal estava presente no ambiente. Estalei os dedos, e assim, uma pequena sacola surgiu em minha mão direita. Era feita de plástico, mas o que tinha em seu interior era completamente diferente. – Como o representante do amor, resolvi trazer um pequeno presente. – Retirei uma caixinha preta de dentro da sacola e entreguei-a para Melinoe. Dentro da caixa, havia um colar de ouro, e, no meio dele, havia um diamante preto. Além disso, havia um pequeno frasco de perfume.

Everything I wanna is my voice, look at me, I'm an avox
thanks rapture


Presentes:

Colar da Metamorformagia: Permite que Melinoe possa mudar de aparência, desde a cor dos cabelos até toda a sua aparência.

Perfume do Amor: É um pequeno frasco com um líquido rosa que possui um dos cheiros mais agradáveis do mundo. Quando Melinoe utiliza um pouco do perfume, pode manipular qualquer pessoa que esteja ao seu redor.

{Duração: Pode usar o perfume CINCO VEZES.

{Duração do Efeito: Três turnos.

_________________



I'm the king, I wanna everything, I am... Eros!
Deuses
avatar
Localização :
Mundo.


Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Melinoe em Sex Dez 04, 2015 7:30 pm


THE GHOST QUEEN?

Paris. A deusa suspirou fundo, debruçada a torre, remoendo lembranças de tempos antigos. Isso poderia dizer: Antes da queda dos grandes deuses, de sua infância, sua mãe e seus filhos. Aquilo a entediava, mas pegou da clutch que carregava uma lixa de unhas, e começou a lixar as unhas, enquanto observava a cidade e a beleza do lugar, enquanto abria um sorriso satisfeito. A deusa guardou a lixa de unhas, enquanto analisava atentamente a cidade e se relembrava das histórias e das guerras dos franceses e reis franceses. Seu rei favorito? Francisco II. Não por ter matado pessoas, ironicamente, ela gostava do rei só pela a capacidade de amar muito a esposa, assim como Ana Bolena. Para ela, Ana Bolena era um exemplo de lealdade. Amou o marido até o momento final, antes de ser decapitada, e isso a fazia sorrir. Pendeu a cabeça para o lado, afastando-se um pouco da grade e removeu um dos pares de sapato. Mesmo sendo deusa, sapatos ainda lhe faziam bolhas e isso incomodava. Massageou o pé por alguns segundos, e voltou a calçar o sapato, e para onde estava.

Algum tempo depois, a deusa já estava ficando cansada de esperar. Revirou os olhos, e olhou para um mortal qualquer. — Pourriez-vous me dire à quelle heure vous êtes s'il vous plaît?¹ — A deusa disse em um francês perfeito, com um sorriso doce, escondendo toda a raiva que sentia, através daquele sorriso. O francês olhou seu relógio. — Le temps est maintenant 21h45 jeune femme.² — A deusa apenas sorriu, agradecendo e voltou a se debruçar na grade da torre, esperando algo acontecer. Fechou os olhos, para ver se a espera demoraria menos para o tempo passar. Algum tempo depois de esperar ali, viu uma mão em sua cintura e controlou o impulso de virar a cabeça para olhar quem era. Sentiu um toque em sua nuca, que foi capaz de lhe arrepiar todo o corpo, ouviu elogios a sua pessoa, que a fizeram abrir um sorriso sereno. Observou o deus postar-se ao seu lado, então arqueou a sobrancelha. — Mais do que já sou... É, obrigada. Você não está nada mal. — Deu de ombros, o analisando, mas voltou a observar a paisagem francesa e sorriu ao ouvir sobre sua escolha. — Não escolhi Paris por ser romântica, isso é um bônus, afinal é nossa “comemoração” anual. Escolhi mais por causa das mortes, das guerras. Eu ia escolher a Alemanha por conta da Segunda Guerra Mundial, mas me pareceu clichê demais. Na verdade, eu gosto mais de Paris. — Abre um sorriso simpático, ainda olhando a cidade. — Não, na verdade não usei nada. Só escolhi um horário próximo ao que a Torre é fechada para a visita ao público. Nós somos imortais, se eles acham que ficaremos presos, e nos matarão problema deles. Além do mais, seria um acréscimo pra minha coleção de servos. — A deusa abriu seu sorriso mais cruel, e soltou um riso, ouvindo o deus, pendendo a cabeça para o lado esquerdo. — É fato. Você gosta de ficar sozinho comigo, sempre acabamos fazendo algo... Que escolhe. — Mordeu o próprio lábio inferior, sorrindo. O selinho para ela foi algo um pouco inesperado, mas retribuiu o gesto e murmurou apenas. — Que bom. — A deusa apenas sorriu, voltando a se virar para a grade.

A deusa se virou, interessada no que tinha ouvido. Presente? Nunca ganhei um presente na minha vida! Ela abriu um sorriso, cruzando os braços, abaixo dos seios, curiosa. — Um presente para mim? — Ela parecia feliz. O viu estalar os dedos, enquanto uma sacola aparecia em sua mão, e quase gritou um palavrão. Um presente. Ela tinha percebido ali, que não tinha nada para dar. Sua mente começou a ter um turbilhão de ideias que fossem boas ou não. As ruins eram descartadas de imediato, mas continuou a pensar nos presentes. Quando viu a sacola, pensou. Duvido que saia algum bom presente daí. Essa eu pago para ver. Apenas continuou observando os gestos do deus o ouvindo. — Presentes... Não lembro a última vez que ganhei um, de alguém que se importava realmente comigo, retirando você desta lista. Não é para lhe ofender. Mas além de você, que se importa nunca ninguém me presenteou. — Recebeu a caixinha preta de bom grado. Abriu a caixa, vendo ali o colar de ouro e o frasco de perfume e seus olhos brilharam. Seu rosto começou a corar e abriu um sorriso doce. — Muito obrigada... — Beijou o rosto do deus, e suspirou. — Para falar a verdade, eu não esperava um presente, e não tinha nada planejado, mas... Nossa agora sei o que te dar. Feche os olhos. E faça o que eu digo, valerá a pena. — A deusa disse em uma voz solene. Esperou o deus fechar os olhos, para poder estalar os dedos. Em seu lado, apareceu um lobo espectral negro que tinha olhos dourados, e tinha quase um metro de altura, isso já um filhote. E em sua mão, uma caixinha de veludo vermelho, aparecia. Pegou a mão direita do deus e depositou a caixinha ali e apenas sorriu. — Abra os olhos. — Quando foi obedecida, disse. — Este lobo espectral ele é seu, os únicos que poderão controlar é apenas sua pessoa e a minha, pelo o fato dele ser um fantasma. E dentro desta caixa, tem um medalhão de prata. Nele tem aquela foto que tiramos em Viena no ano passado. A bonita. Não a feia. O medalhão tem um pequeno pedaço de nossas almas, unidas, entrelaçadas. Tem umas magias poderosas aí para não ser destruído tão fácil. Enquanto essas almas não forem destruídas, sempre que precisar, esse pedaço agirá como um escudo. Porém não repele magia de deuses mais fortes. — A deusa terminou de explicar com um sorriso singelo olhando para seus presentes e levantou o olhar para o deus um tanto receosa. — Gostou?


Vestido

Adendos:
— Medalhão da Alma [Presente de Melinoe] É um medalhão de prata com um entalho de uma flor de lótus com uma foto do deus do amor, acompanhado a deusa dos fantasmas. O medalhão tem uma propriedade mágica de o pedaço de alma ali servir como um escudo, enquanto não for destruído, porém o escudo não repele magia de deuses mais fortes como Zeus, Hades, Poseidon, Nyx e Érebo. O colar é protegido com uma magia extremamente poderosa, difícil de ser quebrado.

— Lobo Espectral [Mascote] É um lobo negro, com garras afiadas, mas é um espectro. O lobo obedece apenas o comando de Eros e de Melinoe, por conta de ser um espectro. O lobo é extremamente leal e protetor em relação ao dono e é capaz de dar a vida pelo o dono.

¹ - Poderia me dizer que horas são, por favor?
² - 21:45, minha jovem.



_________________




And Now I Know My Heart Is A Ghost Town

Deuses
avatar

Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Eros em Seg Dez 07, 2015 4:00 pm




God
of
Lovers


Escutei a fala da mulher. – Bom... Não me sinto ofendido. É bom saber que sou exclusivo na área de “dar presentes”. – Falei de forma travessa e pisquei para a morena. Ela estava completamente linda. Paris brilhava, e, além disso, a mulher estava magnífica. As estrelas brilhavam no céu, fazendo com que não precisássemos de outra coisa para iluminar o alto da Torre Eiffel. Encarei o rosto da Deusa dos Fantasmas, e então, um sorriso gentil acabou surgindo em meus lábios. Ah, doce Melinoe... Sua expressão de “vergonha” e, além disso, um sorriso maravilhoso. – Isso não é nada. – Pisquei para a bela deusa, e então, senti minhas bochechas queimarem com o beijo no rosto. Era uma atitude meiga e... Meio diferente. Meli sempre fora uma mulher elegante e bela, mas tinha um lado romântico não muito aguçado. Nunca me importei com isso, adorava ficar perto dela. Sempre fazíamos coisas diferentes com o passar do tempo. Não havia planejado nenhum evento naquela noite, contudo, tentaria arranjar algum desejo novo. Respirei fundo e ergui uma das sobrancelhas com a frase dela. – Tudo bem. – Dei uma risada, mas antes que pudesse fazer uma brincadeira com a situação, a moça continuou falando. – Fechar os olhos? Ér... Ok. – Encarei-a, mas em seguida, fiz o que havia sido pedido.

Será que ela me jogaria da Torre? Talvez fosse ganhar outro presente? Será que a veria pelada bem ali em cima? Não... Melinoe não era nada promíscua, muito pelo contrário. Era uma adulta séria, no entanto, era bem sedutora. Conseguia manipular qualquer homem e mulher com apenas a sua beleza. Senti a mão dela tocar a minha, e assim, franzi o cenho ao sentir algo sólido em minhas mãos. Suspirei e abri os olhos ao ouvir suas palavras. – Ok. – Pisquei algumas vezes, acostumando-me com a luminosidade do ambiente. Olhei ao redor, e depois, para mais perto. – Uau! – Sorri e observei a pequena criatura. Escutei as palavras da Deusa de forma bem atenta. Ela estava sendo sincera e completamente fofa. Observei-a abaixar a cabeça, e então, ri baixinho quando seus olhos me encararam. – Eu adorei. – Afirmei, e então, abri a caixinha. – E olha só, um aviso: ficamos lindos em todas as fotos, por favor. – Brinquei com a deusa, lançando uma piscadela em seguida. Tirei o colar da caixa e então, coloquei-o em meu pescoço de forma cuidadosa. – Muito obrigado... Muito obrigado mesmo. – Levei minhas mãos até o rosto da mulher, puxando-a de forma suave. Meu rosto se aproximou do seu, e assim, um beijo lento e romântico iniciou. Pude sentir os seus lábios e a sua língua.

Com um gesto de magia, coloquei a caixa no chão. Tirei minhas mãos de sua face, e então, coloquei em sua cintura. O beijo ficava cada vez mais apaixonado, mais intenso. Depois de alguns segundos, parei e encarei os seus olhos. – Melinoe... – Analisei a sua face. – Eu te amo. – As palavras escaparam de forma apaixonada. A palavra “amor” é tão pequena, porém, possui um significado enorme. Eu gosto de Psiquê sim, mas... Por que não ficar próximo de Melinoe? Ela é linda, romântica e perfeita. Claro que, por trás de ambas – Meli e Psiquê –, eu fico com outras pessoas, todavia, amar é diferente.

Everything I wanna is my voice, look at me, I'm an avox
thanks rapture

_________________



I'm the king, I wanna everything, I am... Eros!
Deuses
avatar
Localização :
Mundo.


Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Melinoe em Dom Dez 13, 2015 1:59 pm


THE GHOST QUEEN?

A deusa apenas olhou para ele.  O observara com cautela e sorriu. Riu baixo, enquanto olhava suas mãos, com um sorriso. — É, eu me sinto honrada, também. Você pode até achar idiota, mas eu particularmente prefiro você a me presentear a um esquisito qualquer. — Ela agora sorria serena. Paris estaca mais bela que nunca e o céu parisiense parecia perfeito, as estrelas e o conforto da cidade a deixava mais à vontade. Não ficaria nua ali, ela ficaria talvez. Mas no momento certo? Quem sabe? Acalme-se, Meli. O momento chegará. Mordeu o próprio lábio inferior rindo. — Nada? Para você não foi nada, mas para mim significa tudo. Inteprete como queira isso. — A deusa abriu um sorriso irônico com malícia, rindo. O gesto de beijar o rosto do deus foi confortável para ela e simples. Então falou tudo o que precisava sobre os presentes, o básico. Apenas sorriu.

Ao ver o deus de olhos fechados, sentiu vontade de o beijar, mas apenas estalou os dedos, vendo os presentes que escolhera para o deus, com um sorriso. Acariciou o espectro, enquanto o deus abria os olhos. Ela sorriu. — Eu tenho milhares desses, eu posso lhe dar uns. Enfim... Como vai chamar ele? — A deusa perguntou curiosa. Então explicou dos presentes assim que foi respondida. As explicações talvez fossem confusas mas Meli não se importava de explicar. Não se isso a fizesse ainda ter aquela companhia agradável. — Que bom que gostou, milorde. — Seu sorriso era simples, mas ao ouvir sobre as fotos, ela pendeu a cabeça para o lado brava. — Bonitas? Oras, mas o atraente na equação é você, desculpe. Mas a realidade. Você deveria saber disso, você é o deus do amor e da beleza. — Ela revirou os olhos e sorriu por fim. Observou o deus colocar o medalhão e riu baixo e somente olhava para ele. — Não há de que. — Seu sorriso agora erq sereno. Ela prendeu a respiração por uns segundos, o observando e o olhar do deus. O beijo que recebeu, ela o retribuiu.

Continuaram naquilo por certo tempo, era algo com amor, algo que ela nunca sentirá antes. Ela estava feliz, em paz consigo. As mãos em sua cintura a fez sentir receio de que aquilo fosse sonho. Talvez isso ela não agüentasse. Ela merecia felicidade depois de tudo. Foi tirada de seus devaneios quando o beijo e ouviu algo. "Eu te amo". Ela não sabia o que diria. Sua mente percorreu lembranças felizes. Ela mordeu o lábio inferior e sussurrou apenas. — Eu... Também te amo... — Seu receio a fez sorrir fraco, e o olhou. Beijou o deus de uma maneira lenta, zelosa e com afeto, e sentiu-se feliz mais do que nunca. Sofria feliz e aliviada. Ela estava em paz.


_________________




And Now I Know My Heart Is A Ghost Town

Deuses
avatar

Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — [RP FECHADA] My Persuasion Can Build A Nation, Endless Power / 14.02

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum