Sistema de Magia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sistema de Magia

Mensagem por Hécate em Qui Out 25, 2018 11:39 pm

Sistema de Magia

“O poder de ultrapassar a razão nasce da razão. Magia não é um milagre.”
- Makarov (Fairy Tail)

A magia é definida como arte, ciência ou prática baseada na crença de ser possível influenciar o curso dos acontecimentos e produzir efeitos não naturais, valendo-se da intervenção de seres fantásticos e da manipulação de algum princípio oculto supostamente presente na natureza, seja por meio de fórmulas rituais ou de ações simbólicas. Em poucas palavras, a magia permite que seu usuário manipule sua realidade através de forças ocultas que outras pessoas nem sempre tem acesso.

“Mas como isso interfere no fórum?”, podem perguntar. Como a própria Hécate citou na série de livros, a magia é uma ferramenta e pode ser usada tanto para o bem quanto para o mal. Por isso, o sistema começa com a definição do que é magia e a citação: elas ajudarão a compreender o sistema vigente que, mesmo permitindo aos usuários coisas incríveis, deve seguir certa lógica e sentido para sua produção/criação. Um semideus não pode, por exemplo, usar uma magia de água para criar um esqueleto, mas é possível produzir uma magia de cura usando água, visto que o corpo humano é feito em sua maioria por água.

Um semideus com acesso a poderes mágicos (na prática, filhos e legados completos de Hécate/Trivia e Feiticeiras de Circe) pode criar suas próprias magias a partir do nível 30, onde esta deve ser feita em on-game no laboratório com todos os detalhes da criação da magia. Para facilitar a vida dos jogadores, será explicado o passo a passo da criação da magia e as postagens de criação de poções e/ou magias que não contiverem os itens necessários serão invalidadas.

Criando uma magia
Passo Um. Antes de mais nada, o semideus deve pesquisar e buscar informações sobre o que e como ele irá produzir aquele efeito. Como a magia é também uma ciência, não basta dizer “eu criei uma magia de bola de fogo”, é preciso explicar como você chegou até aquilo. Nessa etapa, o personagem precisa decidir o método usado para a magia. Irá usar movimento das partículas para, através do atrito, produzir uma faísca, amplia-la e assim gerar a bola de fogo? Usará calor do ambiente? Luz para produzir a chama inicial? Utilizem sua criatividade!
Passo Dois. Após ter uma ideia básica de como produzir o efeito desejado, é preciso começar a testar os métodos e formas de tornar o que pensou uma realidade. Não adianta saber que quer criar uma magia de bola de fogo a partir do calor ambiente se o personagem não aprender - nesse caso com prática - a reuni-lo e focalizar de modo a gerar o que ele deseja. É improvável que o personagem tenha sucesso logo de cara, tornando essa etapa essencialmente uma parte de tentativa e falha até achar um meio que funcione.
Passo Três. Agora você já sabe como gerar o efeito e já pegou a prática de faze-lo na prática... Mas a magia ainda não está terminada. Há ainda outros detalhes a cuidar. O mago começa a ter que escolher o alcance da magia, quem ela irá afetar, se precisa de componentes materiais para utiliza-la, se a magia exige gestos arcanos para focalizar a energia, se há algum encantamento para ser capaz de lança-la e outros por menores. Lembre-se que magias com longo alcance, danos massivos, sem encantamento e/ou gestos arcanos e similares possuem um elevado custo de energia (MP) - talvez até um custo em sangue - e tentar lança-la na prática sem ter a quantia necessária pode causar sua morte.
Passo Quatro. Sua magia já está pronta? Agora é a hora de pedir a avaliação dela no tópico referente (o mesmo usado para o laboratório). Um administrador irá avaliar o processo de criação e a magia e, se achar que atende a todos os critérios, ira aprova-la. Algumas magias e/ou poções podem exigir modificações para serem aprovadas e o jogador será notificado destas. Não vejam essa possibilidade como algo ruim: da mesma forma que o dano pode ser reduzido ou o consumo de energia/vida aumentar, ela pode receber alguma melhora como aumento de dano ou um outro efeito adicional.


Encanto de Itens
Itens mágicos sempre atraíram a atenção dos jogadores e/ou personagens, independente de qual universo estamos falando. Quem nunca desejou ter a Capa da Invisibilidade ou a tão famosa Vingadora Sagrada? Através do encantamento de itens, é possível obter tais itens ou pelo menos algo próximo a eles. É preciso lembrar que apenas semideuses dotados de magia podem atribuir capacidades mágicas aos itens e tentativas de semideuses que não as possuam não terão nenhum resultado além do consumo de energia, gasto da habilidade e quaisquer outras percas condizentes com a habilidade usada.

Para encantar um item, em primeiro lugar, é preciso que ele seja capaz de suportar a magia e/ou habilidade que vai receber. Para fins de encantamento, as armas seguem o mesmo nível que exigem para serem confeccionadas por um filho de Hefesto/Vulcano. Armas obtidas na loja padrão do RPG contam automaticamente como nível um e armas obtidas em eventos/missões, se não especificado, serão do nível condizente ao do personagem ao participar da situação que gerou seu ganho. Magias criadas contam como habilidades do nível atual do personagem para determinar se são validas ou não para a arma. Ao tentar encantar com uma habilidade superior ao nível do equipamento/item, este será totalmente destruído por não suportar o efeito que tentaram lhe atribuir.

Nível Um: Habilidades e/ou magias de nível 1 até 25.
Nível Dois: Habilidades e/ou magias de nível 26 até 50.
Nível Três: Habilidades e/ou magias de nível 51 até 75.
Nível Quatro: Habilidades e/ou magias de nível 76 ou superior.

Mas é natural que o semideus não possa encantar um item com uma habilidade e/ou magia que ele não conheça. Então como proceder nesses casos? É possível utilizar sangue de outra pessoa para auxiliar no encanto do item - acreditem, muitas magias e rituais usam sangue como componente material - e extrair dele a capacidade da arma realizar tal efeito. Nesse caso, é preciso que o usuário tenha já a habilidade Partículas de Poder (nível 25 de filhos de Hécate/Trivia e 30 para Feiticeiras de Circe).

Outra forma seria através do auxilio de um semideus com a habilidade em questão, usando-a sobre o item enquanto você sela a habilidade em seu novo receptáculo. A diferença é que, se nada for feito para modificar isso, o usuário do item precisará pagar o custo em energia da habilidade sempre que desejar ativa-la e não será uma habilidade passiva do equipamento.


Rituais Mágicos
Rituais mágicos são magias e efeitos mágicos complexos demais para serem utilizados "normalmente", exigindo que o usuário gaste certos recursos em materiais e dedique uma boa quantidade de tempo para realiza-lo. Se o ritual não dizer o contrário, ele exige 10 minutos por nível que possua para ser realizado. Assim, um ritual de nível 10 exigiria 100 minutos (uma hora e quarenta minutos) para ser realizado e um ritual de nível 60 precisaria de 600 minutos, o que daria cerca de dez horas de ritual interrupto para ter efeito. Se um ritual for interrompido em qualquer momento, seus materiais usados até o momento serão "consumidos", a energia (MP) será gasta e duas coisas podem acontecer: a) o ritual não tem NENHUM efeito; b) o ritual tem um efeito nocivo (a todos os presentes) aleatório.

No entanto, é possível reduzir o tempo exigido e a energia empregada aumentando a quantidade de arcanistas realizando-os juntos e por vontade própria. Para cada participante a partir do segundo, o tempo é reduzido em 10% do total. Por exemplo, se três feiticeiras se juntarem para realizar um ritual de nível 60, o tempo necessário será reduzido em 20%, de modo a precisar de apenas oito horas ao invés de dez. O consumo de energia será reduzido na mesma proporção e pago uma parcela por cada uma das participantes, pois como é realizado por um conjunto de usuários de magia a concentração e energia exigidos de cada um é ligeiramente reduzidos.

Aprendizado de Magias
Da mesma forma que é possível criar novas magias, é possível aprender magias de outras pessoas. Esse processo, no entanto, exige treinamento e o consentimento do criador, que deve lhe ensinar a magia em uma interação on-game. A interação será avaliada depois por um administrador com o mesmo rigor e critério que a criação de magias é. Apesar de na prática a magia já existir, para o novo personagem é como se ele estivesse começando/criado a partir do zero.
by Honey
avatar

Dracmas : 195

Ver perfil do usuário
Deuses
Deuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum