Enfermaria

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Enfermaria

Mensagem por Perséfone em Sab Nov 28, 2015 10:56 pm



Enfermaria!

Campistas gravemente feridos ou que precisam de repouso vem parar aqui na enfermaria. Macas um pouco rusticas se encontram pelo estabelecimento, onde alguns campistas se encontram ajudando. Néctar e ambrosia estão armazenados e são utilizados quando alguém realmente precisa, pois nunca é bom utiliza-la se não for algo grave, a não ser que sua intenção seja virar cinzas. Aqui você pode se curar de alguma batalha feita.

Regras:

• Minimo de 8 linhas;

• Seja o mais detalhista que puder.

All Rights By Percy Jackson RPG
avatar


Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário http://thedemigodblood.forumeiros.com
Deuses
Deuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Kael Eltz Dreschler em Qui Dez 03, 2015 7:18 pm



Healing
Band-aids can't fix bullet holes.




Por um momento pensei estar em uma escuridão completa, sem poder me mover, sozinho e com medo, pois sentia dores em diversas partes do corpo, tanto que foi difícil conseguir perceber que era só abrir os olhos para o tormento sumir.

Movendo os olhos de um lado para o outro, assimilei o local com o que parecia ser um hospital, e pelo visto eu era um paciente naquele momento, estava só no quarto deitado em uma cama, até tentar me levantar, juntei uma enorme quantidade de energia para que eu conseguisse erguer meu tronco até me sentar, mas meu esforço foi inútil, alguém me impediu de levantar quando estava quase na metade do trajeto. — Ei! Ei! Ei! Você não pode sair ainda, não esta curado por completo. — Era uma voz feminina, não reconhecia, mas deduzir ser minha enfermeira. — Aos poucos você esta se curando, mas devo dizer que seu progresso foi impressionante nestes dois dias. — Demorei a carregar as informações até minha cabeça, mas por fim lembrei o motivo de estar ali deitado. Respondi com a voz rouca, pois de tão fraco minha voz não saia. —  D-Dois dias? — Parecia um viciado em nicotina com aquela voz, não conseguia nem usar minha expressão de pergunta, aquela que se arqueia a sobrancelha e torce o canto do lábio logo depois de perguntar algo. Era realmente agoniante ser tão fraco e vulnerável daquele jeito. — Sim, dois dias... mas logo estará de alta, provavelmente amanhã. — Ela parecia feliz por estar prestes a se livrar de mim, mas era seu trabalho então não podia reclamar a frente dos pacientes.

A enfermeira me contou tudo que passou enquanto estava “apagado”, desde as visitas de amigos e colegas, até os sonhos que tinha, era constrangedor saber que alguém sabia sobra alguns de meus segredos.

A jovem enfermeira começou a me analisar, em seguida derramou pequenas quantidades de água em meus ferimentos de braços e pernas, curando meus ferimentos e revigorando parte de minha energia. Confesso que me senti excitado e ao mesmo tempo envergonhado por ter uma mulher tocando meu corpo, ainda mais derramando água, a única coisa que me arrepiava e me deixa feliz de um jeito instantâneo. Meu corpo estava se regenerando aos poucos, ser um filho de Poseidon tinha algumas vantagens, ainda somando a uma soneca de dois dias e água derramada, tudo se resultou em o uso de um pequeno esforço para me erguer e sentar na cama, começando a comer a horrenda gelatina verde que a enfermeira me ofereceu.

Depois de várias caretas causadas pela péssima mistura de limão e maçã verde, a jovem enfermeira se apresentou, soltando uma risadinha. – Meu nome é Jennifer, desculpe-me, esqueci de me apresentar – Ela esticou a mão, mas em seguida a puxou novamente para junto do corpo, devia ter lembrado de que seu paciente tinha de fazer o mínimo esforço possível, mas em resposta eu só lancei a ela um sorriso forçado, concluindo que ela deveria saber meu nome, pois uma prancheta pendia ao topo de uma mesinha ao lado de minha cama que provavelmente continha minha ficha médica. — Kael tenho de ir agora. Descanse um pouco, sua febre ainda é alta, também, voou com o Pégaso em uma altura consideravelmente fria — Por mais que ela me insultasse, ela agora parecia gostar de cuidar de mim. Senti-me tocado por sua preocupação, quase não a deixei ir, mas confesso que estava louco para “apagar” novamente. —  Tudo bem, eu sei que fui burro, prometo não fugir. — Sorri, mas desta vez por vontade, nada forçado além de minha voz. A garota assentiu com a cabeça e retirou-se pegando sua prancheta de cima da mesinha e usou a outra mão para bagunçar meu cabelo, que legal mais uma coisa para parecer um maluco. Depois a jovem se virou e saiu do quarto de hospital, deixando-me só.
Percebi algumas letras em grego nas paredes e teto do “hospital”, foi quando que percebi onde estava: Na enfermaria do acampamento. Isso me aliviou, devo dizer, tanto que acalmou meu corpo e consciência, permitindo-me “apagar” e voltar à tormenta de meus sonhos.

Motivo da Visita::
Perda de MP/HP por causa da MOM "Blood in the snow".




Sweeet Nightmare for MDD

_________________




Kael Eltz Dreschler
Prince of the seas
avatar


Ficha Meio Sangue
Nível: 23
Vida:
455/760  (455/760)
Energia:
455/760  (455/760)

Ver perfil do usuário
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Perséfone em Qui Dez 03, 2015 7:41 pm



Avaliação

Seu post foi bem escrito, mas não é digno de full HP/EP, por ter alguns erros, principalmente ao escrever agonizante. Na realidade, agoniante não existe!

Recompensas

Ganhos: 50 HP/EP


_________________



everybody knows that she's the real Queen Of hell, sweetheart.
avatar


Ficha Meio Sangue
Nível: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário http://thedemigodblood.forumeiros.com
Deuses
Deuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum